Afinal, qual a diferença entre tradutor e intérprete de libras?

4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Dia 30 de setembro é o dia internacional do intérprete da língua de sinais. Aproveitamos para falar da importância de as organizações oferecerem aos clientes surdos um atendimento inclusivo e acolherem pessoas com esse tipo de deficiência no seu quadro de funcionários. Mas, para sua empresa se comunique bem com um surdo, é importante entender as diferenças entre tradutor e intérprete de Libras.

É comum as pessoas confundirem e acharem que traduzir e interpretar são a mesma coisa. Por isso preparamos este artigo para mostrar a você as diferenças entre esses dois conceitos. Continue a leitura para que não fique qualquer dúvida.

As características de um tradutor

Um tradutor de Libras trabalha com a palavra escrita, vídeos ou áudios. Sua atuação envolve, por exemplo, traduzir o conteúdo de livros, documentos e outros textos para Libras, no formato de vídeo. Esse trabalho é bem meticuloso, já que o profissional costuma usar dicionários e outras ferramentas que ajudam a fazer uma boa tradução.

É um trabalho de grande responsabilidade, visto que tais documentos traduzidos serão usados nas mais variadas atividades, servindo de base para decisões médicas, empresariais e judiciais. Inclusive, alguns documentos jurídicos requerem que a tradução seja juramentada, o que garante que o teor foi preservado na íntegra.

Um tipo mais recente de tradutor são os avatares de inteligência artificial, que convertem texto para Libras, o que beneficia, já que muitos surdos não entendem a língua portuguesa.

Mas é preciso lembrar que são tradutores e não intérpretes. Ainda assim é preciso avançar muito para que consigam contextualizar, dar conta das intenções comunicativas presentes nas entrelinhas, da expressividade e das emoções humanas, tão importantes para o perfeito entendimento de um texto.

Os atributos de um intérprete

Um intérprete faz uma tradução simultânea do que está sendo falado. Enquanto alguém está fazendo uma palestra em língua portuguesa, por exemplo, esse profissional traduz em tempo real para Libras o que está sendo explicado.

Da mesma forma, ele pode interpretar para a língua portuguesa o que um surdo está dizendo em sinais, de maneira que um ouvinte que não conhece Libras entenda.

Para exemplificar melhor, numa entrevista de emprego, numa consulta médica ou numa interação com um balconista de loja, jamais caberia a atuação de um tradutor e sim de um intérprete.

Interpretar para Libras é um ato cognitivo-linguístico. Isso significa que a atividade envolve atenção, raciocínio, memória, percepção, imaginação, linguagem e pensamento. Assim, você pode perceber que o trabalho do intérprete não é nada simples.

A complexidade do trabalho do tradutor e do intérprete de Libras

Libras é um idioma complexo como qualquer outro. Trata-se de uma língua gesto-espacial que ainda não é escrita, embora já venha ocorrendo avanços nessa questão.

Enquanto está traduzindo ou interpretando, o profissional faz escolhas relacionadas com a melhor forma de transmitir as ideias. Afinal, ele precisa adaptar uma língua oral-auditiva para outra que é viso-espacial. Ou seja, estamos falando de línguas de modalidades muito diferentes, que exige uma adaptação bem complexa.

Inclusive, intérpretes inexperientes até costumam cair na armadilha de usar um português sinalizado, o que resulta em não respeitar, por exemplo, a sintaxe e as expressões faciais da Libras. Isso mostra como é importante contar com profissionais qualificados para executar essas atividades.

Na hora de usar os serviços de um profissional, lembre-se do seguinte: assim como existem exames de proficiência em inglês, o MEC também faz exames e credencia profissionais para realizar esse trabalho, o que garante a confiabilidade da interpretação ou tradução.

Neste artigo, você teve a oportunidade de entender as diferenças entre tradutor e intérprete de Libras, e que o papel desses profissionais é de grande importância, visto que colaboram para a interação social e cultural dos surdos.

Gostou das informações que trouxemos para você? Para ficar sempre bem informado a respeito do assunto, assine nossa newsletter e acompanhe as novidades deste blog!

Posts relacionados

Deixe um comentário