A importância do tradutor de LIBRAS A importância do tradutor de LIBRAS

A importância do tradutor e intérprete de Libras

3 minutos para ler
Powered by Rock Convert

A diferença de tradutor de Libras e intérprete

O termo utilizado pela comunidade surda é intérprete. O tradutor de Libras trabalha com um texto pronto, apenas passando de uma língua para outra, mas vai muito além disso. O intérprete pega o que está na Língua Brasileira de Sinais e adapta em tempo real para o português, transmitindo a ideia e dando sentido; e vice-versa. Isso porque, diferente do que a maioria pensa, a Libras também utiliza expressões faciais e corporais. O tempo todo!

A importância do tradutor ou intérprete de LIBRAS
Imagem: Divulgação

O surdo muda sua feição e faz movimentos com o corpo para se expressar melhor. Muitas vezes, o sinal é o mesmo para diferentes coisas, mas a forma que o surdo utiliza a Libras dá todo o sentido e intensidade necessários à frase. Por isso, a tecnologia nem sempre funciona bem, já que bonecos virtuais não costumam mudar suas expressões, apenas os sinais. Um surdo se comunicar com “alguém” sem expressão facial, por meio de um robô no celular, é a mesma coisa de ouvintes conversarem com uma pessoa que não tem nenhuma entonação na voz! Por isso, o termo intérprete é diferente de tradutor de Libras.

Entonação de voz em português x Expressões faciais em Libras

Para que serve a entonação de voz no português, uma língua oral-auditiva, com escrita convencionada? No texto escrito, podemos usar o recurso da pontuação: ponto, vírgula, reticências, exclamação ou interrogação, parênteses, aspas… Para expressar intenção comunicativa.

No texto oral-auditivo, é através da entonação de voz que comunicamos uma mensagem, afirmando, negando, expressando alegria, tristeza, ironia, dúvida, etc. Dependendo do contexto afirmamos algo, por exemplo, mas pela entonação de voz percebemos que a intenção comunicativa é negar.

Como conseguimos o mesmo efeito em Libras, uma língua viso-espacial e ágrafa?

No Brasil, a grafia ou escrita em Libras é algo novo, em construção, não usado largamente. No texto viso-espacial usamos recursos expressivos que às vezes parecem caretas. Junto com o sinal, eles revelam a intenção comunicativa do interlocutor.

Com um único sinal de banheiro, por exemplo, apoiado na expressão facial e corporal, o surdo comunica se quer saber onde fica, se quer dizer que está com mau cheiro ou até se está aliviado porque acabou de usá-lo.

Não é interessante? A SignumWeb oferece serviços de intérpretes de Libras virtuais em tempo real, sem o uso de nenhum robô, e sim uma pessoa fazendo todas as expressões faciais e corporais além dos sinais. Como deve ser. Confira!

Posts relacionados

Deixe um comentário