No dia nacional do surdo, 26 de setembro, saiba mais sobre sua importância para a sociedade

4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Em 26 de setembro é dia de celebrar o dia nacional do Surdo no Brasil. Essa data é importante porque chama a tenção para a comunidade surda e para a sua luta em prol da inclusão na sociedade. Como resultado de suas reivindicações os surdos já conquistaram direitos fundamentais, como o uso e a difusão da língua de sinais — Libras —, a obrigatoriedade dessa língua na formação de professores, as cotas para obterem um trabalho tanto público quanto privado, entre outros.

Lógico que a luta não é fácil. É imprescindível trabalhar a conscientização, batalhar contra o preconceito e mitos para serem reconhecidos como pessoas e profissionais capazes. Por isso, convidamos você a ler o artigo para saber mais sobre a garra desses cidadãos incríveis!

Descubra quando surgiu o dia nacional do Surdo

O Dia do Surdo foi oficializado em 29 de outubro de 2008, pela Lei 11.796. Essa data foi escolhida devido à fundação da primeira escola de surdos no Rio de Janeiro em 1857, denominado Instituto Educacional de Surdos (INES). Inclusive, até hoje ela se dedica ao ensino bilíngue de pessoas que têm essa deficiência no Brasil.

Essa data é relevante porque chama a atenção para a necessidade de inclusão, respeito e preservação dos direitos da população surda no país.

Mesmo após a obrigatoriedade do ensino de libras nas escolas, na formação dos professores e a presença de intérpretes do idioma nos órgãos públicos, ainda há muito a ser feito.

Entenda mais sobre a conscientização da surdez

O Brasil conta com cerca de 10 milhões de pessoas com deficiência auditiva, segundo dados do Instituto Locomotiva e a Semana da Acessibilidade Surda.

Eventos de conscientização em relação a acessibilidade desses indivíduos se faz presentes em diferentes locais da nação. Com objetivo de esclarecer as habilidades, quebrar barreiras e inserir informações na escola fundamental e média, universidade, mercado de trabalho, eventos culturais e qualquer outro espaço onde transitam qualquer cidadão, seja ele surdo ou não.

É primordial, por exemplo, que a sociedade entenda que a surdez é uma condição humana e não uma doença a ser curada. Ela pode ser proveniente de casos na família, o que chamamos de herança biológica, nascimento prematuro, baixo peso do bebê ao nascer, uso de antibióticos que atacam os ouvidos, infecções congênitas como sífilis, toxoplasmose e rubéola.

A pessoa pode desenvolver diversos tipos de surdez como: leve, média, severa, profunda, que é chamada também de cofose ou total ausência de percepção dos sons. Todavia, nada a impede de ter uma vida normal dentro de suas possibilidades.

Veja quais são os desafios da comunidade surda

As limitações, se não forem superadas, causam dor, angústia e tristeza porque exigem do surdo que ele viva o mundo de uma maneira diferente de quem não tem essa barreira. Sendo assim, as situações que são corriqueiras na vida, podem se transformar em obstáculos para quem tem essa deficiência.

A luta por igualdade e reconhecimento tem sido árdua, pois, há inúmeros desafios a serem enfrentados, veja:

  • falta de compreensão da família;
  • Na própria casa não há comunicação inclusiva
  • consultórios, hospitais, laboratórios, bancos aeroportos e justiça não acessíveis;
  • pessoas que não articulam bem a boca ao falarem;
  • restaurantes e eventos sem acessibilidade;
  • berros ou cutucadas no lugar de acenos para chamar a atenção;
  • tratar de forma infantil ou ser ignorado como se fosse invisível;
  • cinemas com filmes dublados, sem janela de Libras e legendas em português ;
  • salas de espera com TV ligada sem janela de Libras e sem legendas;
  • falta de consideração, discriminação e desrespeito no trabalho;
  • a dificuldade do “0800 especial”;
  • isolamento e depressão.

Portanto, neste Dia do Surdo, reveja se sua empresa está preparada para receber os a comunidade surda, tanto como empregado quanto como consumidor. Caso não esteja, invista nisso para que alcance esse nicho de mercado, ganhe respeito e seja reconhecido como socialmente responsável.

Agora, nos conte, como tem agido para facilitar e inserir os surdos na sua vida e no seu negócio?

Posts relacionados

Um comentário em “No dia nacional do surdo, 26 de setembro, saiba mais sobre sua importância para a sociedade

Deixe um comentário