07 curiosidades sobre a Língua Brasileira de sinais – Libras

5 minutos para ler

Aproveitando que estamos no mês de setembro, quando se comemora as conquistas dos surdos, incluindo o reconhecimento da Língua Brasileira de Sinais – a Libras, gostaria de perguntar: o que você sabe sobre essa língua?

Certamente sabe que é a língua usada pelos surdos do nosso país.  Mas ainda existe muito desconhecimento sobre esse idioma. Como surgiu, como funciona, é limitada ou comunica tudo?

Vamos então falar de 07 curiosidades que envolvem a língua de sinais.

Esse tema é de interesse geral, pois quando vemos surdos se comunicando, não há quem não fique encantado em como os sinais podem representar palavras e gerar comunicação. Quanto mais pessoas entenderem sobre este tema, maior será o entendimento sobre a importância em gerar acessibilidade para os surdos.

Se o tema da inclusão toca seu coração, pedimos que compartilhe este post. Copie e envie o link para o máximo de pessoas. Sua generosidade nos ajudará a alcançar mais pessoas, disseminando informações corretas sobre a língua de sinais.

1. Libras é uma língua ágrafa e visioespacial.

Uma característica marcante da língua brasileira de sinais é que ela é de modalidade muito diferente das línguas orais auditivas. Ou seja, é uma língua ágrafa e visioespacial.

Na verdade, a sua grafia está em construção e demora um tempo ainda, até ser amplamente utilizada pela comunidade surda.  Mas o que a torna muito especial é o fato de que é produzida no espaço e “escutada” pelos olhos.

2. Libras não é uma linguagem.  

Uma questão que incomoda profundamente os surdos é o fato de as pessoas confundirem a sua língua com linguagem.

Qualquer sistema se signos que possam transmitir ideias, pode ser considerado uma linguagem. Assim, a arte é uma linguagem. Uma língua, entretanto, é um instrumento de comunicação composto por regras gramaticais. É fácil entender, quando pensamos que o português não é uma linguagem e sim uma língua.

Portanto fica compreensível entender que os surdos reivindicam o status de língua para Libras.

3. Libras é uma língua reconhecida por lei

Libras é a língua oficial da comunidade surda brasileira. É o meio legal de comunicação e expressão da comunidade surda do nosso país. Esse reconhecimento veio através da lei 10.436/2002. Depois disso veio o decreto 5.626/2005 que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais e dá outras providências.

A partir da lei ficou definido a obrigatoriedade de se oferecer acessibilidade comunicacional para os surdos, não só nas escolas, mas em todas as esferas sociais.

4. Não é uma língua universal.

As pessoas se surpreendem quando descobrem que Libras não é uma língua universal. Não é uma língua usada pelos surdos ao redor do mundo. Argumentam que seria muito mais fácil se fosse.

Entretanto esquecem que português também não é uma língua universal. Se nem mesmo o inglês o é. Por que Libras seria? A sigla já nos informa que se trata da Língua Brasileira de sinais. Assim fica fácil entender que existem a Língua Americana de Sinais, a Língua Francesa de Sinais, a língua italiana de sinais etc.

5. Não se resume aos sinais manuais.

Outra questão bastante curiosa é que Libras não se resume aos sinais manuais. Se fosse assim ficaria bem complicado já que, por ser uma língua nova, em construção, ela possui apenas cerca de 15 mil sinais. Isso para dar conta de 600 mil palavras do português.

O que torna essa mágica possível são os chamados classificadores. São estratégias usadas por surdos e intérpretes para comunicarem, ali onde faltam os sinais.

Além disso as expressões faciais, e outros parâmetros da língua se unem para tornar a língua eficiente e eficaz.

6. Possui gramática própria, bem diferente do português.

As pessoas ouvintes, que desconhecem Libras às vezes ficam perplexas de saberem que Libras não é um português sinalizado. Aliás, é bom salientar que Libras possui estrutura e gramática própria.

E não somente gramática como também semântica, sintaxe, morfologia… enfim, tudo aquilo que caracteriza uma língua.

7. Não é mímica. É uma língua completa e comunica absolutamente tudo.

Uma língua precisa ser suficiente. E Libras é assim. Ela não é uma cópia do português, não é um conjunto de mímica. Pelo contrário, ela é completa e complexa. Comunica absolutamente tudo.

Como qualquer outra língua, ela está em movimento. Todo tempo vão surgindo neologismos que, se validados pela comunidade surda, passam a ser largamente usados.

Gostou do conteúdo? Foi esclarecedor, foi proveitoso para você? Então vamos lá! Pegue o link e compartilhe com o máximo de pessoas, ajudando os surdos a conquistarem respeito para a sua linda língua.

Posts relacionados

Um comentário em “07 curiosidades sobre a Língua Brasileira de sinais – Libras

Deixe um comentário