Texto do surdo: produção escrita de um usuário de Libras

4 minutos para ler

Você já observou um texto do surdo? Um ouvinte, que não tenha contato constante com surdos usuários de Libras, dificilmente entenderá um texto escrito por esse sujeito.

O texto do surdo é realmente diferente. Seja porque ele não teve acesso à uma educação de qualidade, seja porque a própria ausência da audição dificultou o domínio das regras gramaticais do português. É preciso lembrar que tais regras chegam oral e informalmente para o ouvinte, antes mesmo de aprender a escrita.

Assim fica mais fácil compreender porque o texto de um deficiente auditivo nos parecerá desconexo, sem lógica e incoerente. Errado, enfim!

Leia o post e entenda um pouco mais sobre isso.

Texto do surdo: produção escrita de um usuário de LIBRAS
Imagem: Pixabay

“Eu precisar resolve viajar você”: essa é uma mensagem enviada por um surdo pelo whatsapp. Tente entender! Não é que esteja errado… Sua mensagem foi comunicada na estrutura da língua de sinais.

O interessante é que seremos totalmente tolerantes e compreensivos se um usuário de qualquer outra língua tentar escrever em português. No máximo acharemos engraçado mas jamais debocharemos ou imaginaremos que é burro.

Facilmente entenderemos que ele não domina a estrutura gramatical, que ele não tem a riqueza de vocabulário necessária para produzir um bom texto, mesmo que já tenha uma certa fluência na nossa língua. Afinal, português é mesmo é uma das línguas mais difíceis do mundo!

E se nós mesmos tentarmos produzir textos em línguas nas quais não tenhamos total domínio? Compare ao texto do surdo. Esse é um bom exercício de reflexão.

O texto do surdo

Mas o surdo é brasileiro… Como assim não domina a língua do seu próprio país?

Acontece que o surdo não oralizado não tem o português como sua língua materna. Sua primeira língua é a Língua Brasileira de Sinais – Libras, uma língua que acontece no espaço e no seu campo visual, que ainda não tem grafia amplamente reconhecida e cuja estrutura frasal em muito diverge do português.

Para pensarmos um pouco

Como as nossas crianças aprendem o português? Óbvio que é através da escuta. Uma criança muito pequena já é capaz de estruturar a frase de forma adequada. As correções serão feitas ao longo da vida e ela seguirá internalizando as regras, aprendendo rapidamente a se comunicar de forma convencional.

Como uma criança surda terá acesso a isso? Por mais que se ensine as regras do português, elas escaparão. Então, da próxima vez que você der um papel para um surdo escrever, entenda que essa não é a melhor forma de se comunicar com ele! Muitos se sentirão até mesmo constrangidos por expor sua “limitação”.

O surdo precisa de uma comunicação fluente! Isso se dará de forma eficiente e confortável, em Libras. Você já conhece? Saber um pouco sobre essa língua já será uma demonstração de empatia e já contribuirá para eliminar a ideia preconceituosa de que o surdo escreve errado porque é burro ou coisa parecida. O importante é ser acessível.

Acessibilidade comunicativa

Tudo que um surdo necessita é de acessibilidade comunicativa. Existem plataformas que podem auxiliar o ouvinte, no momento que precisar interagir com um surdo.

Conheça a SignumWeb uma inovadora solução para comunicação entre surdos e ouvintes. você se surpreenderá como essa tecnologia é simples de usar. O que nós oferecemos o serviço de intérprete virtual em tempo real. Acesse o nosso site e confira!

Posts relacionados

Um comentário em “Texto do surdo: produção escrita de um usuário de Libras

Deixe um comentário