Como contratar tradutores de Libras?

5 minutos para ler

Se a sua empresa pretende contratar tradutores de Libras para se tornar acessível aos surdos, tempos boas notícias: agora ficou ainda mais fácil.

Os profissionais tradutores e intérpretes da Língua Brasileira de Sinais, que atuavam prioritariamente de forma presencial, agora estão muito mais disponíveis de forma virtual.

Todos eles estão sujeitos às normas da profissão, especialmente com relação à segurança da informação a que têm acesso, em função da sua atuação.

Vamos entender melhor como funciona?

Onde o tradutor de Libras pode atuar.

Para começar gostaria de esclarecer algumas questões importantes. Quando falamos de profissionais de Libras, os termos tradutores e intérpretes se confundem. É preciso esclarecer que são dois processos similares, mas que apresentam algumas importantes diferenças.

O Tradutor trabalha o texto da língua fonte para a língua alvo, com tempo disponível para estudar o conteúdo, pesquisar o sentido das palavras dentro daquele contexto e refazer a tradução quantas vezes forem necessárias.  A finalidade é garantir que a mensagem original seja preservada, que a intenção comunicativa seja mantida na cultura surda.

Quando falamos de tradução, fica implícita a necessidade de um estudo prévio do texto. Sempre será necessário que sejam utilizadas estratégias de adaptação. Porém aqui existe uma especificidade. Isso porque estamos falando de línguas de modalidades muito diferentes, uma oral auditiva e a outra visiospacial.

É um trabalho criterioso. Nesses casos, uma hora de texto pode significar três horas ou mais de trabalho do profissional. Depois de gravado, o material passa por validação, preferencialmente de um surdo, até ser aprovado e disponibilizado.

Todo esse processo acontece, por exemplo, quando se pretende traduzir um documento ou mesmo um vídeo institucional, colocando a janela de Libras.

Você provavelmente tem visto por aí, na internet ou na TV. Entretanto existem regras da ABNT que não têm sido respeitadas, com relação ao tamanho e à posição da janela. Isso é importante, porque o surdo acompanha visualmente. Não dispondo da pista auditiva, fica cansativo ver uma janela de Libras fora dos parâmetros estabelecidos.

E o intérprete de Libras, onde atua?

O intérprete de Libra atua em tempo real, arcando com os riscos inerentes à profissão.  Como ocorre na interpretação de qualquer outro par linguístico.

No caso de Libras, é preciso lembrar que é uma língua nova, cujo uso e difusão somente em 2002 foi ratificada, foi validada por lei, aqui no Brasil. Apesar de Libras comunicar absolutamente tudo, o profissional precisa conseguir fazer com que as cerca de 600 mil palavras do português se encaixem em certa de 15 mil sinais existentes. Não é mágica e sim estratégia. Isso é possível com a utilização dos parâmetros permitidos nessa rica língua. Somente dessa forma o texto será entendido pelo surdo, em sua língua materna.

Um dado importante é a compreensão de que se ocorrerem falhas no ato interpretativo, não haverá tempo hábil para correção. Um exemplo disso é quando o texto do orador fica inaudível, ou quando inserem no discurso uma palavra de um terceiro idioma. Desconhecido pelo intérprete. Também pode acontecer de o profissional ser pego de surpresa com o uso de um termo do português arcaico, desconhecido da maioria das pessoas.

Para minimizar essas questões, os profissionais atuam em dupla. Assim haverá apoio, tanto em função das questões relacionadas com o esforço físico, pois utilizam o movimento do corpo no processo, quanto para dar pistas de sinais que escapam no ato interpretativo.

Tudo isso gera um esgotamento físico e mental para o profissional. Atuar em dupla é regra, especialmente se estivermos falando de evento que superem uma hora de atuação.

Tradutores e intérpretes de Libras podem atuar de forma remota.

A atuação remota de intérpretes/intérpretes de Libras já era uma tendência mesmo antes da pandemia. Agora tem se intensificado.

Com a possibilidade de atuação remota, a atividade ficou muito mais acessível financeiramente. Tendo em vista a ausência da necessidade de deslocamento. Era isso que que onerava mais. Afinal, para uma atuação de uma hora, o profissional termina gastando em torno de 03 horas do seu tempo.

Qual a forma de remuneração de tradutores e intérpretes de Libras?

Existe uma tabela referência, produzida pela FEBRAPILS, a Federação Brasileira das Associações dos Profissionais Tradutores e Intérpretes e Guia-Intérpretes de Língua de Sinais. Mas o valor pode variar muito, dependendo do tamanho da demanda. Na SignumWeb costumamos avaliar caso a caso e negociar pontualmente com o cliente.

Se você tiver interesse, entre em contato. Estamos disponíveis para ajudar a sua empresa a seja verdadeiramente acessível para os surdos usuários de Língua Brasileira de Sinais.

Posts relacionados

Um comentário em “Como contratar tradutores de Libras?

Deixe um comentário