Qual o papel da tecnologia na inclusão PCDs?

4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

O avanço da tecnologia na inclusão social de PCDs têm facilitado a vida das pessoas. Atualmente temos ferramentas com emissão de sons e imagens e plataformas de videoconferência para intérpretes de Libras, por exemplo. Elas tem auxiliado os indivíduos em mobilidade e independência.

Também conhecida como tecnologia assistiva, seu objetivo é proporcionar melhor qualidade de vida aos PCDs ampliando sua comunicação, dando a elas mais controle sobre suas ações, expandindo o aprendizado de modo que façam parte da sociedade e exerçam com excelência as suas profissões.

Quer entender mais sobre a importância da tecnologia na inclusão? Então, continue a leitura e descubra seus benefícios!

Confira o panorama sobre a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho

O número de pessoas com deficiência contratadas no mercado de trabalho brasileiro vem crescendo continuamente. No entanto, está aquém do ideal, porque os resultados seguem abaixo de 1% dos vínculos formais, de acordo com censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

O Ministério de Trabalho informou que cerca de 418 mil deficientes estavam atuando no mercado de trabalho no ano de 2016, mesmo encontrando dificuldades para exercerem suas atividades. Isso se dá, pois grande parte das empresas realizam essas contratações apenas para cumprirem a Lei de Cotas, não se preparando corretamente para receberem esses profissionais em seus locais de trabalho.

Afinal, a lei exige que a cada 100 ou mais funcionários dentro da organização, haja de dois a cinco por cento de portadores de deficiência. Os empresários ainda não enxergam os benefícios que a inclusão social pode trazer para a cultura organizacional e para o desenvolvimento dos seres humanos que ali trabalham.

No Brasil estima-se que haja cerca de 45 milhões de PCDs. Destes, apenas 400 mil estão empregados e somente 270 mil tem ensino médio ou superior incompleto. A minoria tem curso superior concluído. Um outro problema é que os empresários optam por escolher pessoas que tenham algum membro amputado, perda parcial da audição ou visão. Os deficientes mais graves acabam sofrendo com a descriminação.

Veja qual é a importância da tecnologia na inclusão de PCDs

Existem inúmeros tipos de deficiência e, para cada uma, há suas especificidades que precisam de adequações. Assim, para facilitar esse processo a tecnologia na inclusão social traz recursos para diminuir as desvantagens na comunicação entre pessoas que enfrentam essa situação dentro do ambiente corporativo. Isso, proporciona autonomia e segurança para o PCD.

Por exemplo, se o indivíduo tem alguma deficiência que não interfere no trabalho não há necessidade de ajustes. Do contrário, para que ele exerça suas funções e tenha ganho de produtividade é preciso adequar o ambiente laboral e habilitá-lo para lidar com a tecnologia assistiva por meio de treinamento e capacitação, independentemente de sua complexidade.

Inclusive, o departamento da tecnologia da informação deve estar envolvido em todo processo para administrar dispositivos e programas, bem como realizar as instalações e manutenções necessárias. Desse modo, as empresas podem incorporar alguns como:

  • leitores de tela que sintetiza a voz para ler uma imagem usando placa e caixa de som do computador e verbalizando os dados;
  • reconhecimento ótico de caracteres (OCR) quando os textos em papéis são modificados para o digital, eles podem ser lidos por softwares de leitores de tela. Esses podem ser ampliados e ajustados em tamanho de fonte, cores, espaço entre letras etc;
  • conteúdos visuais que por meio do computador apresentam sons do sistema operacional e os transformam em sinais visíveis. Também, a língua de sinais que é interpretada por profissionais qualificados por meio de vídeo para auxiliar na comunicação com as pessoas ouvintes.

Uma ressalva, o uso da tecnologia assistiva na inclusão de pessoas com dificiência auditiva serve para atender tanto o prestador de serviço quanto o cliente consumidor de bens e serviços, que possui esse tipo de dificuldade. Entre essas novas tecnologias podemos citar a plataforma web de videoconferência para que o atendimento ao cliente ou ao funcionário surdo seja qualificado.

Deseja conhecer como ela funciona e de que maneira pode ajudar na sua empresa? Entre em contato conosco que daremos todas as informações necessárias.

Posts relacionados

Deixe um comentário