Curso de Libras ou treinamento em Libras nas empresas, para que?

4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Algumas empresas vêm oferecendo cursos de Libras ou treinamentos em Libras para seus empregados, atitude louvável, pois indica que existe uma preocupação em se tornar acessível ao público surdo. A nossa sugestão é que continuem com os cursos, o que proporcionará aos servidores uma noção sobre o sujeito surdo e sua cultura, suscitando empatia e respeito. Mas já parou para pensar sobre a eficácia desses treinamentos, desses mini cursos? Dá para imaginar que um treinamento tornará alguém fluente nesse idioma? Entende que não é possível dominar o inglês, francês ou qualquer outra língua dando um simples treinamento ao seu empregado? Assim, se a expectativa é que seu empregado converse fluentemente com esses “estrangeiros”, seria bom ler esse post.

Surdo usuário de Libras, um estrangeiro no próprio país.

Por que dizemos que o surdo que fala em Libras é estrangeiro no próprio país? Porque usam uma língua diferente. E se você pesquisar o que determina uma cultura verá que, entre outras coisas, é o fato de falar uma língua diferente. Assim os surdos brasileiros vivem no nosso país, frequentam os mesmos ambientes, mas reivindicam a condição de cultura própria. Então, para fazer um curso de Libras é necessário um mergulho na cultura surda. Essa imersão é recomendada para os estudantes de qualquer língua estrangeira, não é mesmo?

Veja o que determina a lei

A lei 10436/2002 e o decreto 5626/2005 tratam da questão da surdez e determinam que as empresas públicas e concessionárias de serviço público devam ser acessíveis às pessoas com esse tipo de deficiência. Afirmam também que as empresas privadas devem envidar esforços para serem acessíveis aos surdos. Para isso elas podem treinar seus empregados ou usar a tecnologia para solucionar o problema. Sabemos, entretanto, que nem só de leis vivem as empresas, por isso a questão extrapola a esfera jurídica, suas imposições e multas e esbarra na questão da responsabilidade social. Que empresa não quer ser lembrada, aplaudida e indicada, por acolher igualmente todos os seus servidores e consumidores?

Será que os cursos ou treinamentos em Libras são eficientes?

Sim e não. Depende de como o curso é oferecido e qual é a sua finalidade. Um simples treinamento definitivamente não é suficiente para adquirir fluência.  Sem a menor sombra de dúvidas, a maioria dos cursos cumprem o que se propõem, porque mesmo aqueles que oferecem o conhecimento básico alertam para a necessidade de uma formação continuada. Assim, caso haja o desejo de dominar a língua e se tornar um falante fluente, será necessário um investimento maior que um treinamento de algumas semanas. E mesmo que a empresa se proponha a oferecer cursos de reciclagem, como é o caso da maioria, ainda será difícil tornar os seus servidores fluentes.

Ao oferecer cursos ou treinamentos em Libras a empresa estará habilitada a atender um surdo?

Se invés de um curso completo, ofereceu apenas um treinamento, infelizmente a resposta é não. Temos visto pessoas treinadas em Libras que esquecem até mesmo como fazer a datilologia (soletração em Libras) do próprio nome. Como foi dito anteriormente, isso não significa que os treinamentos tenham de deixar de existir. Apenas que, para ser acessível ao surdo precisa muito mais que isso. Sabemos, por exemplo, que se a língua não for usada com frequência, fatalmente ela se perderá. Há necessidade de contato com os surdos após o treinamento. Isso é essencial.

Como então resolver a questão da acessibilidade comunicativa com os surdos?

É simples e já está previsto em lei… oferecendo profissionais fluentes, com formação reconhecida. Como não é viável a contratação desse profissional para ficar ocioso à espera de um surdo, seja num hospital, numa farmácia, num escritório de advocacia ou numa loja e como, ainda que a empresa desejasse contratar, não existe número suficiente de profissionais para cada ponto de atendimento, o ideal é usar a tecnologia. Assim é possível chamar um intérprete virtual de Libras, profissional humano, fluente, sempre que sua empresa desejar interagir com esses cidadãos.

A SignumWeb é uma dessas tecnologias e se dispõe a esclarecer todas as dúvidas que possam ter sido suscitadas. Compartilhe esse post e entre em contato conosco. Vamos juntos enfrentar esse desafio!

Posts relacionados

Deixe um comentário