Dia Mundial do Amor

3 minutos para ler

O Dia Mundial do Amor é momento ideal para refletirmos sobre o tema. Mas definir o amor não é tarefa facial.

Arlindo Cruz já dizia em sua música:

“Se perguntar o que é o amor pra mim
Não sei responder
Não sei explicar…
Mas sei que o amor nasceu dentro de mim
Me fez renascer, me fez despertar…
Me disseram também
Que o amor faz o bem
E que vence o mau”.

Antes de continuar, gostaria que você observasse o sinal de amor, em Libras. Sabia que é o único sinal universal? Sim, em qualquer país se usa este sinal. Ele significa I Love you e não pode ser confundido com o sinal de rock in roll.

Vamos continuar falando de amor? Vem comigo até o final do texto.

Conceitos de amor.

Apesar de Arlindo Cruz falar que é difícil conceituar, numa rápida consulta no google encontramos diversos significados para a palavra amor.

Assim ele pode ser definido como:

“Atração, paixão, chama, desejo, fogo, excitação fascínio, volúpia, interesse, ardor, flama, lascívia, tentação”.

Mas também como:

“carinho, afeição, afeto, amizade, apego, afabilidade, fraternidade, simpatia, ternura, afinidade, apreço, bem-querer”.

Enfim, se é o Dia Mundial do Amor, podemos sim falar de amor romântico, entre casais apaixonados. Entretanto nada nos impede de incluir o amor ágape, que é mais amplo e universal.

Como foi criado o Dia Mundial do amor?

Dia Mundial do Amor é uma festa comemorada em diversos países, especialmente na Europa e nos Estados Unidos. Ele é conhecido como Valentine’s Day e é celebrado, alegremente festejado no dia 14 de fevereiro. Este é o Dia de São Valentim, conforme a tradição católica.  

A história conta que este santo costumava distribuir flores pelas ruas e realizar muitos casamentos. Por isso ganhou fama de santo casamenteiro.

Posteriormente passou a ser reconhecido como santo padroeiro dos namorados.

Dia Mundial do Amor X Dia dos Namorados, no Brasil.

No Brasil foi instituído o dia 12 de junho como Dia do Amor. Trata-se de uma data para homenagear os namorados. E este é o Dia de Santo Antonio, conhecido também como santo casamenteiro.

A data foi criada em 1949 pelo publicitário João Dória, para uma campanha publicitária da Lojas Clippe. Se você reconheceu o nome, saiba que não se trata do ex-governador de São Paulo e sim do seu pai.

E, sinto informar, é sim uma data comercial. Mas isso não tira dos casais a empolgação por comemorar, presentear e manifestar carinho especial. Não é mesmo?

Mais amor, por favor!

Na verdade, o Dia do Amor deveria ser TODOS os dias. E sua motivação também poderia ser mais nobre. Mas sempre podemos ressignificar e usar a data para repensar as relações humanas.

Vivenciamos um mundo em guerra, um mundo bastante polarizado, com relações comprometidas por valores contraditórios e muitas vezes egoístas.

Embora reconhecendo a importância de um dia dedicado aos namorados, o meu convite, e o da SignumWeb, é que valorizemos este dia e o alarguemos para além do amor romântico.

Afinal, seria muito bom ampliar o conceito e abarcar a forma ágape de amar, tornando o mundo um lugar mais aprazível, mais justo, mais bonito, mais inclusivo, mais amoroso.

Em suma, o objetivo é que cultivemos o amor.  Afinal este é o sentimento que faz o bem e vence o mau!

Você concorda? Curta e compartilhe… por amor!

Posts relacionados

Deixe um comentário