O surdo no judiciário: acessibilidade de comunicação necessária